12 de julho de 2013

O Arquétipo Hecatiano Nas Sombrias Musas Dos Quadrinhos - Parte III


II – Hecate Propolos, A Guia

O Inferno sempre pode ser o Caminho Real mais curto ou mais longo, depende do Adepto, depende do leitor, depende do apreciador, depende daquele que apenas, por experiência, lê pela primeira vez uma história de Terror ou de Horror. Os Infernos, internos, externos, Reais, Imaginários (e que podem se tornar Reais, dependendo da Vontade empregada em seu Imaginar), podem ser Caminhos muito curtos e muito longos a mais do que apenas uma Via de possibilidades de entrada, às cegas, em tal Dimensão Do Mundo Da Imaginação. Os incautos, os tolos, os débeis, se perdem assim neste Mundo e são engolfados em suas armadilhas, tornando reais as mentiras que lhe são reveladas, tornando reais as perigosas trilhas de acontecimentos que geram neles psicóticas engrenagens desencadeadoras de crimes neste nosso mundo dito como Real. Seja nos Quadrinhos ou em outras mídias, como Cinema e Televisão, o despreparo no recebimento de influências e informações diretamente focadas em horizontes que se aproximam dos Abismos e do Caos diretamente ocasiona a explosão de crimes vários cometidos por adolescentes e adultos. São seres fracos espiritualmente, desculpando-se muitas vezes de seus crimes por terem lido esta ou aquela história em quadrinhos, visto aquele ou este filme, vista aquela ou esta série, visto aquela ou esta novela... Risível isso seria se imaginado, mas tais aberrantes fatos ocorrem na Terra, este nosso mundo, esta nossa Dimensão Física, este nosso Plano Físico. Tais Seres são receptores cegos, inertes, infantis, dos Mundos que tocam com suas psiques frágeis e adoecidas. Tais Seres não se permitem um adequar-se ao que se recebe advindo do Mundo Da Imaginação. Tais Seres não concebem em si, jamais conseguirão conceber em si, um Guia, uma Guia. 
 
Hecate Propolos, A Guia, Guia Pelos Infernos, Guia Pelos Abismos, Guia Pelos Submundos, Guia Pelos Reinos Das Trevas. Promovendo A Orientação, Ela educa no Aprendizado Noturno os seus Adeptos, que deixam de ser cegos cães, cegos ratos, cegas baratas e cegos vermes do que apenas os olhos físicos podem determinar como concebível neste planeta, nesta Galáxia, neste Universo, nesta Criação. Pode ser gélida a ruptura com os mecanismos das mediocridades humanas e preconceitos mundanos que se aprende vivendo em uma civilização que, em seu todo, perdeu o contato com as Verdadeiras Forças Da Criação, uma civilização para a qual tudo se resume aos atos próprios de todo ser humano ciente de seu papel nela: obedecer às leis, ser um bom cidadão, casar, procriar, fazer o seu papelzinho para o desenvolvimento do mundinho bom no qual ele vive. O Ocultismo, o de cada um que se adequa a este como quiser e puder, vai caminhando em direções opostas, nada gira mais no dois mais dois ser igual a quatro e no fato do triângulo ter três lados. Em manipulações da Realidade a seu favor, o ocultista livre de conceitos arcaicos faz dois mais dois ser igual a cinco e o triângulo possuir infinitos lados, tudo depende da Imaginação, tudo depende da Vontade. Independente dos seus efeitos sobre a mente, o corpo, a alma e o espírito, a leitura de quadrinhos de Terror e Horror pode deixar-se conduzir por uma Consciência Interna que procure Revelar mais Terrores, mais Horrores, basta Imaginar Mais Terrores, basta Imaginar Mais Horrores, durante a leitura. Qualquer despreparado Ser, como os citados anteriormente, certamente enlouqueceria se assim utilizasse tal incomum método de leitura avançada como experiências no Oculto que visem a uma determinada e específica chegada a resultados que façam com que se obtenha um contato mais profundo com o Mundo Da Imaginação. Verdadeiramente incondicionando-se da leitura fútil e desnecessária de uma história em quadrinhos de Terror e Horror, preparando como Guia um personagem da história, conversando com tal Guia, conhecendo tal Guia, proporcionando Vida a tal Guia, a experiência constrói todo um tratado completo de Ocultismo. 
 
Quais Seres mais adequados na condução dos leitores ocultistas do que as sombrias musas? Representantes do Princípio Feminino Creador, O Princípio Que Tudo Formou, Forma E Está A Formar, Princípio que a tudo dá o respirar, o sobreviver, o Existir, o Resistir, o Ser, elas espelham a partir do Mundo Da Imaginação a Face da Deusa Hecate aqui sendo considerada. Guiar-se por uma Voz que ouvida pode ser quando a leitura possui uma objetividade a mais, uma Busca de novos potenciais resultados visando a mais novos conhecimentos, uma Busca de novos produtivos alcances de principiadores estudos acerca das Coisas Ocultas que se escondem até nas mínimas frases escritas que se permitem manifestar nas entrelinhas das páginas das revistas em quadrinhos, uma Busca de fatos que aos olhos humanos desacostumados com a Visão (um Dom Interno inato em todo ocultista) parecem esplendorosamente descartáveis. Guiado por uma personagem como a Lady Death, por exemplo, podemos nos fazer morrer nos instantes de leitura mais completa, diante da visão terrível mais intensa, diante do memorável torpor hipnótico da medida correta do afastamento do Plano Físico e no adentramento no Mundo Da Imaginação à leitura mais concentrada que se possa ter. Com a lâmina das certezas assassinando a lama das incertezas, a nossa Guia, Lady Death, pode nos fazer atravessar o seu Mundo de uma maneira indeterminada, pois tudo no Mundo Da Imaginação modifica-se conforme as vontades humanas que fazem-no Existir, Resistir E Ser. As Potências Imaginadas chegam a nos cercar, o intenso pulsar das manifestações imaginativas de cenários nos próprios cenários das histórias que lemos, chegam a nos exasperar, a Guia, Lady Death, vai nos movendo, vai nos assassinando, vai assassinando tudo em nosso redor, para que ressuscite em nós o primeiro momento da Consciência Interna, esta que polariza tudo, molda tudo, dá uma Forma a tudo, dá um Conteúdo a tudo, e, assim, uma obra ocultista de leitura pode chegar a um resultado, a uma consequência, a uma obra a mais, de positiva essência. 
 
Vivos, guiados pela Lady Death... 
 
Mais vivos, perto de uma Iluminação... 
 
Ressuscitados, na Iluminação propriamente dita...

Links:
Share:

0 Ossos Lançados:

Tecnologia do Blogger.

Sobre Esta Cova







Inomináveis Saudações a todos!



Este é o blog do Projeto Companhia De Organizadores De Viagens Abissais (C.O.V.A.), o qual é totalmente voltado para a Arte Sombria, em suas manifestações através da Poesia, Literatura, Pintura, Desenho, Ilustração, Arte Digital, Música, Escultura, Arquitetura, Cinema e novas expressões artísticas e intelectivas que a todo o momento brotam das mentes dos que abordam tal temática. Com o intuito de reunir o máximo possível de artistas e interessados na mesma, então, aqui fundo este blog para divulgar o trabalho realizado nas páginas de mesmo nome existente no Forumeiros, além da elaboração de postagens com assuntos que não está no mesmo disponível.



Bem-vindos, Coveiros e visitantes!



Bem-vindos, cadáveres leitores!



Saudações Inomináveis a todos!



Inominável Ser

O COVEIRO

ADMINISTRADOR



Os Escribas Coveiros

Enterram-Se Nesta Cova:

Blog Archive

Labels

Covas Recomendáveis

Parcerias

Meu Perfil No Facebook

Lápides Eternamente Inderrubáveis

Recent Posts

Unordered List

Inomináveis Saudações! Escolham um de nossos banners e tornem-se Parceiros do Projeto C.O.V.A., enviando-nos o banner e o link de vosso trabalho para este endereço de e-mail: projetocova@gmail.com Design por Laracna D'Angels

Theme Support