11 de julho de 2013

O Arquétipo Hecatiano Nas Sombrias Musas Dos Quadrinhos - Parte II


I - Hecate Propylaya, A Guardiã

Como apreciamos em todas as histórias de nossas sombrias musas, há sempre uma possibilidade da proteção de algo, seja este algo referente a um indivíduo particular ou a Grandes Questões Universais. Em face de tais proteções, nas quais imensas batalhas são travadas, há sempre esse caráter de Guardiã a lhes garantir uma identificação quanto aos seus propósitos. As sombrias musas, todas, são parte da Grande Noite, caminham pela Grande Noite, e isso é visível se nos atermos não apenas à sua aparência física, que denota isso, mas aos sentidos que nos conduzem os seus respectivos históricos. São criaturas que nasceram ou receberam O Dom Noturno em suas Existências, sempre marcadas por tragédias, desgraças, amores e inimizades que formam como que um círculo vicioso de experiências frutíferas, tanto em suas negatividades quanto em suas positividades, para os seus interiores. São criaturas vagando nas Esferas Dos Submundos, colhendo as trevas que mais lhe são caras, recolhendo as trevas que mais lhe são dignificantes, recebendo, às vezes, as trevas que mais lhe são indignificantes. São criaturas que trazem em si mesmas uma Magia Obscura, expressa no olhar, expressa no corpo, expressa no emitir de seu Ser em ondas cada vez mais puras de apegos e de apelas nos Reinos Da Escuridão. São criaturas que encarnam os encantos que todos os seres humanos apegados ao Obscuro sentem, encantos pelos prazeres noturnos proporcionados pelas Marés Da Vida correndo pela Grande Noite, encantos pelos dizeres noturnos de textos que se referem ao Cair a ao Ascender da Grande Noite, encantos pelos povoamentos todos de idéias abstratas e concretas nos redutos de passos em direção aos mais profundos e estranhos Reinos além do Reino Da Escuridão, Reinos Caóticos, Reinos Abismais. São criaturas que Sabem Abrir Os Portões. 
 
Hecate Propylaya é A Guardiã Dos Portões, Aquela Que Proporciona Toda Verdadeira Chave Para Todo Verdadeiro Abrir De Um Portão. O que são Os Portões? São as Aberturas De Caminhos para os Mistérios que se ocultam abaixo dos Véus Da Grande Noite, Mistérios ocultos em outros Mundos, em outras Dimensões, em outras Realidades, que são aquelas que não vemos fisicamente, mas que nos rodeiam mesmo assim. Para todo ocultista, cada um desses Mundos, Dimensões e Realidades são tênues e tocáveis, respiráveis e aspiráveis, realizáveis e expansíveis, interiormente e exteriormente. O Mundo Da Imaginação permite-se transitar entre todos os demais Mundos que nos rodeiam e, certamente, Hecate Propylaya proporciona toda e qualquer linha de histórias e de cenários em quadrinhos que tratem das temáticas do Terror e do Horror. Todo Portão vai se abrindo e, então, toda possibilidade se torna Real diante da face criativa do roteirista e do desenhista. Reparem nos cenários das histórias de nossas sombrias musas, por exemplo, quando retratadas em suas revistas ou ilustradas. Podemos perceber as influências de outros Planos nelas dispersos, Planos nos quais, ativamente, elas agem, abrindo Portões para o Mundo Da Imaginação. Após os Portões, atravessando-os durante a simples leitura ou o simples contemplar de um desenho ou de uma ilustração, estamos perto delas, bem perto, sentimos suas respirações, sentimos suas aspirações, somos suas respirações, somos suas aspirações. Terrores, horrores, imagens de dores, imagens de angústias, imagens de sensualidade extrema, a pureza da mais clara sombra, a impureza da mais obscura luminosidade, a incerteza do mais baixo teor de realizações, a certeza do alcance do Ser de cada personagem, enfim, pode-se permitir em nós acender a chama mais viva que compreender nosso Verdadeiro Compreender. 
 
Através das sombrias musas, em sintonia com as sombrias musas, em cadência finíssima de vibrações com as sombrias musas, em experiência de sintonizações a mais com as sombrias musas, temos o impacto da Realidade Sombria diretamente disponibilizado ao nosso humano olhar. Não se deixa, infelizmente, de ser humano, ao tocar assim no Mundo Da Imaginação que aberto pode ser à leitura das histórias delas. O Ocultismo não trata de tornar nenhum de seus Adeptos um “super-homem” ou uma “mulher-maravilha”, estes não são os objetivos ocultistas principais e nem são as metas que cada ocultista deve ter em mente. Nenhum leitor, claro, se aprofunda dessa maneira, aqui descrita à maneira oculta, de forma consciente, nas premissas deixadas veladas no interior das histórias das sombrias musas. Mesmo assim, os Portões abrem-se, o Mundo Da Imaginação abre-se e, mesmo que se considere um sonho os resultados perceptíveis das Aberturas, tais resultados SÃO o alcance daquele Mundo. Assim ocorre em toda história em quadrinhos, de qualquer gênero que se possa ter e imaginar. Imaginar: O Mistério Do Verdadeiro Leitor, seja ocultista ou não. Imaginar: O Mistério Do Verdadeiro Ler, seja ocultista ou não. Imaginar: O Mistério Do Verdadeiro Compreender, seja ocultista ou não. Pode-se imaginar a Vampirella, por exemplo, vivamente agindo em si como uma mulher que mais pode te tocar no âmago inato de sonhos não-contados ao mundo. E pode-se tornar a Vampirella, ainda dada como um exemplo, uma mulher Real, que pode te tocar, que você pode tocar, que pode te ter, que você pode ter. Tudo pode ser feito com a Vampirella, tornada uma Guardiã da sua Imaginação, mas você não pode se tornar o Guardião dela, a qual é o produto materializado do Mundo Da Imaginação que te guiou ao materializá-la Real diante de ti. Guardiã da sua Imaginação, Vampirella te quereria, para todas as coisas que tu quisesses com ela fazer, desde Ascender, até Descer e lá onde não se pode ter noção de um Nome, permanecer. Uma Guardiã, Vampirella te protegeria, moldaria um outro Mundo, moldaria uma outra Dimensão, moldaria uma outra Realidade, moldaria um outro Plano, apenas porque assim iria querer que ocorresse a sua própria Vontade e não a dela, a qual, como dito, permaneceria sendo um Ser do Mundo Da Imaginação que, por alguns instantes, tornou-se diante de ti Real. 
 
Você pode, então, fazê-la com que te morda e conceda a ti a Vida Eterna... 
 
Ou fazê-la guiar-lhe mais a fundo nas Sombrias Esferas Sombrias... 
 
Vampirella, Guardiã... 
 
Guiando... 
 
Nas Sombrias Formas, guiando...

Links:
Comunidade Vampirella Brasil No Orkut
Share:

0 Ossos Lançados:

Tecnologia do Blogger.

Sobre Esta Cova







Inomináveis Saudações a todos!



Este é o blog do Projeto Companhia De Organizadores De Viagens Abissais (C.O.V.A.), o qual é totalmente voltado para a Arte Sombria, em suas manifestações através da Poesia, Literatura, Pintura, Desenho, Ilustração, Arte Digital, Música, Escultura, Arquitetura, Cinema e novas expressões artísticas e intelectivas que a todo o momento brotam das mentes dos que abordam tal temática. Com o intuito de reunir o máximo possível de artistas e interessados na mesma, então, aqui fundo este blog para divulgar o trabalho realizado nas páginas de mesmo nome existente no Forumeiros, além da elaboração de postagens com assuntos que não está no mesmo disponível.



Bem-vindos, Coveiros e visitantes!



Bem-vindos, cadáveres leitores!



Saudações Inomináveis a todos!



Inominável Ser

O COVEIRO

ADMINISTRADOR



Os Escribas Coveiros

Enterram-Se Nesta Cova:

Blog Archive

Labels

Covas Recomendáveis

Parcerias

Meu Perfil No Facebook

Lápides Eternamente Inderrubáveis

Recent Posts

Unordered List

Inomináveis Saudações! Escolham um de nossos banners e tornem-se Parceiros do Projeto C.O.V.A., enviando-nos o banner e o link de vosso trabalho para este endereço de e-mail: projetocova@gmail.com Design por Laracna D'Angels

Theme Support