18 de abril de 2010

Projeto C.O.V.A. De Luto: Algumas Palavras Sobre Peter Steele


Inomináveis Tristes Saudações a todos vós, cadáveres leitores.


Quando um ídolo da Música desencarna, os lados positivo e negativo de sua personalidade, assim como tudo o que construiu, se sobressai de modo espantosamente aterrador. O mesmo se pode dizer dos que são fãs ardorosos dele e dos que odiavam-no com toda a alma. Aos fãs, uma dor que não se cala, uma profunda dor que não quer se calar. Aos detratores, na maioria puramente invejosos, resta apenas debochar, fazer piadinhas e falar mal do ídolo que se foi. Peter Steele (1962-2010) foi um homem, acima do fato de ter sido, quando encarnado, um ídolo, que teve simpatizantes fervorosos e inimigos ferrenhos, tudo por causa de sua intensa autenticidade. Se foi, deixou uma rica obra e uma saudade imensa, que não se apagará com facilidade e, penso eu, nem com o tempo... Após brincar com a morte em 2005, Peter, realmente, aos 14 de abril de 2010, encontrou-se com o túmulo, de modo real; algo que fez com que muitos, inicialmente, não acreditassem que era verdade; algo que era, para este Inominável Ser que vos escreve, assim como para muitos que gostavam dele e do trabalho que ele fazia, inacreditável; algo, que, infelizmente, era uma desgraçada maldita miserável verdade...


Agora, virão miríades de declarações e mais declarações acerca do trabalho dele; falsas acusações, idem; aproveitadores, igualmente; e, poucas, muito poucas, serão as palavras mais sinceras que possam descrever o que ele foi enquanto revestido de carne estava. Biografias dele, histórias e até as famosas fotos tiradas para a Playgirl estão disponíveis virtualmente...


Não quero fazer o mais do mesmo, agindo como um tresloucado emocionalmente conturbado ou tremendamente piegas (algo que Peter jamais fora, acredito muito nisto), mas falar da música do Type O Negative que eu considero como uma das melhores e maiores que já ouvi. Falo de Christhian Woman, a música através da qual conheci a banda, cujo clipe (as duas versões) estão entre as minhas preferências mais capitais. Não conheço o trabalho todo da banda, sequer possuo um álbum baixado pela Internet ou comprado em uma loja virtual; no entanto, tornei-me, mesmo assim, fã da banda e a música que mais me chamou a atenção foi, exatamente, Christhian Woman. Sem nenhuma dúvida, é um clássico, um elemento de controvertida mensagem e atrevida abordagem da crença cristã em um Ser que encarnou-se na Terra para "salvar" a Humanidade. No meio de tudo isso, no centro de toda a característica marca de sarcasmos e desafios da letra da música, sentimos referências à repressão sexual causada pelo religioso fanatismo e a libertação de tal desejo através do erótico sonho de uma mulher com o próprio Jesus de Nazaré... A voz de Peter, o peso do baixo, a lenta batida da bateria, a cáustica sussurrante força da guitarra, moldando uma sonoridade ímpar de lances ácidos e uma fervente expressividade, ascendente, fervorosa, totalmente dominante nas expressivas dominações e alcances da letra dentro de nossas almas... É a música que expressa, na minha opinião, a idéia total de Peter sobre a religiosidade cristã, como algo atrofiante, abafante, estrangulando a consciência dos que seguem seus preceitos e incentivando ao amortecimento do pensamento e da vontade. Uma relíquia de música e uma relíquia de clip na versão original que serão apresentadas a seguir, representando, de minha parte, a homenagem mais sincera ao ícone que Peter Steele é.







A cross upon her bedroom wall
From grace she will fall
An image burning in her mind
And between her thighs

A dying god-man full of pain
When will you cum again ?
Before him beg to serve or please
On your back or knees
Theres no forgiveness for her sins
Prefers punishment ?
Would you suffer eternally
Or internally ?

For her lust
Shell burn in hell
Her soul done medium well
All through mass manual stimulation
Salvation

Body of christ
She needs
The body of christ

Shed like to know god
Ooh love god
Feel her god
Inside of here - deep inside of her

Jesus christ looks like me



O Projeto C.O.V.A., realmente, está de luto. No entanto, sem sentimentalismo barato ou bajulação, julgo ser necessário fazer uma homenagem digna ao Peter Steele desta maneira, julgando que, para ele, isto seria o correto a fazer. Nada mais há a dizer, a notícia da morte dele pegou-me, como a todos, de surpresa... Na sinceridade mais profunda, o Projeto C.O.V.A. Deixa, então, este post como homenagem a um homem que marcou uma época e que, para sempre, será muito lembrado e fará muita falta.


A ti, Peter Steele, esta homenagem está direcionada e aqui, neste blog, eternizada!


Tristes Saudações Inomináveis a todos vós, cadáveres leitores.

Share:

0 Ossos Lançados:

Tecnologia do Blogger.

Sobre Esta Cova







Inomináveis Saudações a todos!



Este é o blog do Projeto Companhia De Organizadores De Viagens Abissais (C.O.V.A.), o qual é totalmente voltado para a Arte Sombria, em suas manifestações através da Poesia, Literatura, Pintura, Desenho, Ilustração, Arte Digital, Música, Escultura, Arquitetura, Cinema e novas expressões artísticas e intelectivas que a todo o momento brotam das mentes dos que abordam tal temática. Com o intuito de reunir o máximo possível de artistas e interessados na mesma, então, aqui fundo este blog para divulgar o trabalho realizado nas páginas de mesmo nome existente no Forumeiros, além da elaboração de postagens com assuntos que não está no mesmo disponível.



Bem-vindos, Coveiros e visitantes!



Bem-vindos, cadáveres leitores!



Saudações Inomináveis a todos!



Inominável Ser

O COVEIRO

ADMINISTRADOR



Os Escribas Coveiros

Enterram-Se Nesta Cova:

Blog Archive

Labels

Covas Recomendáveis

Parcerias

Meu Perfil No Facebook

Lápides Eternamente Inderrubáveis

Recent Posts

Unordered List

Inomináveis Saudações! Escolham um de nossos banners e tornem-se Parceiros do Projeto C.O.V.A., enviando-nos o banner e o link de vosso trabalho para este endereço de e-mail: projetocova@gmail.com Design por Laracna D'Angels

Theme Support