25 de abril de 2010

La Chanson Noire - O Bordel De Lúcifer - Letras


O Bordel De Lúcifer

Esta noite eu vou sair,
esta noite eu vou voar,
Vou morrer de tanto rir,
Vou correr e vou saltar…

Enxofre na minha pele,
Vou fazer o meu papel,
Dar ao corpo o que ele quer,
No bordel de Lúcifer…
Vinagre em forma de mel,
Vais fazer o teu papel,
Puritano ou infiel,
No bordel de Lúcifer…

Esta noite eu vou fugir,
Esta noite eu vou dançar,
Vou beber até cair,
Seduzir e fornicar…

Enxofre na minha pele,
Vou fazer o meu papel,
Dar ao corpo o que ele quer,
No bordel de Lúcifer…
Vinagre em forma de mel,
Vais fazer o teu papel,
Sejas homem ou mulher,
No bordel de Lúcifer…


Tonight i'm going out,
tonight i'm flying away,
I'll laugh my soul out,
i'll run and jump...

Sulphur running on my skin,
i plan on doing my part,
endulge my body much and well,
down on Lucifer's brothel...
Vinegar in the shape of honey,
you shall do your part as well,
puritane or unfaithfull,
down on Lucifer's brothel...

Tonight i'm escaping,
Tonight i'm dancing,
I'll be drinking until i drop,
seducing and fornicating...

Sulphur running on my skin,
i plan on doing my part,
endulge my body much and well,
down on Lucifer's brothel...
Vinegar in the shape of honey,
you shall do your part as well,
be it woman, be it man,
down on Lucifer's brothel...




Azabel

Sun in cancer, taurus moon,
saggitarius rising
as much as i try to toy with the words,
there is no better way for describing
no tribute to pay, and not much to say
if the devil could put it to writing
not trying to pay with 3 minutes of fame
and hardly am i finding this exciting

long live, long live
long live azabel

at least from my part,
i make business of heart,
to make shure you wont fade into nothing
in the aeons of time,
and as long as there’s rhyme,
someone will know
that one day we were laughing
the sky gained one star,
one so bright and so far,
that will shine till the end of creation
this one’s called Azabel,
and one day i as well
will be part of that same constelation

long live
long live
long live Azabel


Sol em Caranguejo, Lua em Touro,
Ascendente em Sagitário
Por mais que eu tente
brincar com as palavras,
não há decerto um melhor sumário
sem tributo a pagar, e não muito a dizer
nem o diabo o faria mais constante
não tento pagar com 3 minutos da fama
e tão pouco acho isto empolgante

Viva! Para todo o sempre, viva a azabel!

pelo menos de minha parte,
de coração farei arte,
para cortar ao esquecimento os limos,
nos confins do tempo, cantando o intento,
alguém saberá que um dia nos rimos
o céu ganhou uma estrela,
tão resplandecente e tão distante,
que brilhará até ao fim da criação
o seu nome é Azabel;
e um dia eu também
serei parte dessa constelação

Viva! Para todo o sempre, viva a azabel!




Hollow Hills

ancient earthwork, fort and barrow
discreetly hide their secret abodes
the most fearful hide deep inside
and venture not there upon yuletide

for invasion of their hollow hills
that music hold, and oberon fill
is surely recommended not
for fear of death, in fear of rot

hollow hills
hollow hills
hollow hills
hollow hills

baleful sounds and wild voices ignored
ill luck, disaster, the one reward
violated sanctity of supermen's hills
so sad, love lies there still,

so sad, so sad
hollow hills, hollow hills

witches too, and goblin too
and speckled sills
lament, repent, oh mortal you
so sad, so sad... hollow hills


Terra antiga, forte e carroça
discretamente ocultam
os seus aposentos secretos,
os mais assustadiços escondem-se,
e não se aventuram lá em alturas do Yule

pois a invasão das suas colinas ocas
que calam a música e enchem de Oberon
não é certamente recomendada
por medo á morte e à podridão

Colinas ocas,
Colinas ocas,
Colinas ocas,
Colinas ocas,

Dos sons ameaçadores e as vozes
selvagens ignorados,
É a má sorte e o desastre a recompensa
Violada a santidade das colinas dos deuses,
Tão triste, queda ainda lá o amor,

Tão triste, tão triste,
Colinas ocas,
Colinas ocas,

E também bruxas, e também duendes,
E picos pintalgados,
Lamenta, arrepende-te,
Oh mortal...

Tão triste, tão triste,
Colinas ocas...
Share:

0 Ossos Lançados:

Tecnologia do Blogger.

Sobre Esta Cova







Inomináveis Saudações a todos!



Este é o blog do Projeto Companhia De Organizadores De Viagens Abissais (C.O.V.A.), o qual é totalmente voltado para a Arte Sombria, em suas manifestações através da Poesia, Literatura, Pintura, Desenho, Ilustração, Arte Digital, Música, Escultura, Arquitetura, Cinema e novas expressões artísticas e intelectivas que a todo o momento brotam das mentes dos que abordam tal temática. Com o intuito de reunir o máximo possível de artistas e interessados na mesma, então, aqui fundo este blog para divulgar o trabalho realizado nas páginas de mesmo nome existente no Forumeiros, além da elaboração de postagens com assuntos que não está no mesmo disponível.



Bem-vindos, Coveiros e visitantes!



Bem-vindos, cadáveres leitores!



Saudações Inomináveis a todos!



Inominável Ser

O COVEIRO

ADMINISTRADOR



Os Escribas Coveiros

Enterram-Se Nesta Cova:

Blog Archive

Labels

Covas Recomendáveis

Parcerias

Meu Perfil No Facebook

Lápides Eternamente Inderrubáveis

Recent Posts

Unordered List

Inomináveis Saudações! Escolham um de nossos banners e tornem-se Parceiros do Projeto C.O.V.A., enviando-nos o banner e o link de vosso trabalho para este endereço de e-mail: projetocova@gmail.com Design por Laracna D'Angels

Theme Support