31 de outubro de 2009

Constantine: Reconstrução Ou Destruição De Um Clássico Personagem?




ANO DE LANÇAMENTO
2005 (EUA)

DIRETOR
Francis Lawrence

ELENCO
Keanu Reeves
Rachel Weisz
Shia LaBeouf
Djimon Hounsou
Max Baker
Pruitt Taylor Vince
Gavin Rossdale
Tilda Swinton
Peter Stormare
Jesse Ramirez

ROTEIRO
Kevin Brodbin
Garth Ennis
Frank Cappello

PRODUÇÃO
Lorenzo di Bonaventura
Akiva Goldsman
Benjamin Melniker
Lauren Shuler Donner
Erwin Stoff
Michael E. Uslan

MÚSICA
Klaus Badelt
Brian Tyler

EDIÇÃO
Wayne Wahrman

SINOPSE
Keanu Reeves é a estrela deste filme a transpor o Universo de John Constantine para os cinemas. Egoísta, fanfarrão, cínico e envolvente, Constantine soluciona os mais complicados casos tidos como sobrenaturais, assim como pensa apenas em se safar, em salvar a própria pele, das batalhas que eternamente assolam este mundo e a Criação. Neste filme, além de lutar contra as forças tanto dso Céu quanto do Inferno, o mago possui uma batalha muito mais terrível para ser vencida, acima até das bizarras demonstrações de poder das forças que combate: um câncer no pulmão.

Imagem hospedada por Servimg.com


Inomináveis Saudações a todos.

As transposições de ´personagens dos Quadrinhos para o Cinema tem sido de frequentes sucessos e insucessos. No entanto, Constantine encontra-se entre os filmes mornos, os filmes que poderiam ter rendido muito, mas nada foram do que um mero divertimento e um passatempo comuns. O filme chega a empolgar em determinados momentos e a ser meramente vazio em outros; toca em assuntos bíblicos existencialistas e em questões sobre religiosidades e crenças pessoais; possui diálogos cáusticos e outros movidos pelo poder do senso comum; efeitos especiais que funcionam em determinados momentos e que são desnecessários em outros; qual foi o problema principal com este filme?

O principal problema foi a inserção direta da vontade dos produtores da Warner no filme, tornando-o degustável para o público não-acostumado com a canalhice crônica do original John Constantine, que no ventre da mãe enforcou o irmão com o cordão umbilical; costurou o nome do pai na boca de um sapo, enterrando-o e fazendo, assim, um feitiço que fez o pai, literalmente, secar; usou a maioria dos amigos que teve em prol dos desafios ocultistas e mágicos aos quais se propôs, abandonando-os na hora que eles mais precisavam; usa a todos de diversas maneiras, um descarado manipulador que pensa apenas em si mesmo; não se importa com mais nada a não ser com a sua própria alma e a busca de um desafio mágico a todo momento. Tal criatura, criada por Alan Moore nas páginas da revista Swamp Thing, se literalmente transposta para as telas do Cinema, seria muitíssimo interessante, já que não se trata de um herói e nem de um anti-herói, mas de um vilão enrustido abaixo de uma suposta capa de “bom-mocismo” que não convence muito em todas as histórias; mas, como o moralismo americano sempre fala mais alto, o personagem foi amenizado, tornou-se um “cavaleiro cristão defensor dos valores do Bem”, deixou de ser louro e, o mais ridículo, se tornou mexicano criado em Los Angeles quando no original nasceu em Liverpool, na Inglaterra... Mas a arrogância, o orgulho, o sarcasmo e o cinismo do personagem foram mantidos, apesar de Keanu Reeves não interpretar John Constantine em 100% de sua personalidasde, já que Neo 2 estamos a encarar durante a exibição inteira da fita.

Neste artigo vou vou alongar-me muito, já que não há muito a ser enaltecido deste filme irregular em todo o seu conteúdo; vou enfocar a conclusão do artigo em duas fundamentais diferenças entre fatos cruciais que ocorreram no filme e na história Hábitos Perigosos, escrita por Garth Ennis (que foi um dos roteiristas da versão cinematográfica), que serviu de base para aquele. O câncer no pulmão adveio do hábito de Constantine fumar trinta cigarros por dia; uma das cenas amenizadas se refere exatamente a este câncer, quando Constantine cospe sangue na pia do banheiro antes de saber que tinha a mesma. Nos Quadrinhos, ele cospe o pedaço de um orgão, como mostrado aqui e não apenas sangue:


Imagem hospedada por Servimg.com

Hellblazer 41 - Página 6


Outra falha no filme foi o não enfocar na deterioração que o personagem demonstra por estar com câncer. Isso foi igualmente amenizado no filme, mostrando um personagem com câncer terminal enfrentando Demônios com uma metralhadora em forma de cruz e dando socos a torto e a direita, algo que nos Quadrinhos o personagem não faz. Foi cortada a cena de deterioração física de Constantine e assim temos a boa estampa de um homem com câncer terminal:


Imagem hospedada por Servimg.com


Em um momento alto da história original, vejam a estampa do personagem, bem fiel ao seu estado de saúde:


Imagem hospedada por Servimg.com

Hellblazer 44 - Página 15


Constantine, o do filme, não pode ser conectado ao personagem dos Quadrinhos em momento algum do mesmo. Assim como a adaptação do Hulk por Ang Lee, o filme aqui criticado não chega a ser bom e nem chega a ser ruim, encontra-se em um meio termo entre as duas categorias de qualidades. Como fã do personagem original, eu não poderia mentir neste artigo e pintar o filme como uma adaptação fiel ou uma “obra-prima”; a interpretação de Reeves deixa a desejar, assim como a de Rachel Weisz; e a dos demais atores, igualmente. O que dá interesse no filme fundamenta-se em algumas partes de seu roteiro e em alguns diálogos quase brilhantes, que poderiam ser melhores. Alguns membros deste fórum e visitantes devem ter gostado do filme, mas recomendo a versão original dos Quadrinhos e a própria história que o inspirou, Hábitos Perigosos. O filme, digo ainda, foi um fracasso de bilheteria nos EUA e dificilmente terá continuações...

Diante destes esclarecimentos bem simples de um fã do personagem original, lhes pergunto: ele foi reconstruído ou destruído no filme?

Saudações Inomináveis a todos.
Share:

30 de outubro de 2009

Bruce Colero






Apocalypse Now




Bloodwork




Chained Heat




Chinatown



Inomináveis Saudações a todos vós, Coveiros.

Bruce Colero é um ilustrador digital nativo de Toronto, Canadá, que formou-se primeiramente nas formas tradicionais de Arte como ilustrador. Grande fã da Erotic Art, lançou seus primeiros livros, The Art of Bruce Colero 1 e 2, foram lançados no ano de 2008. O hiperrealismo que vemos em suas ilustrações digitais deve-se à utilização do airbrush (no qual concentrou seus estudos como ilustrador tradicional) complementado pela utilização dos mais modernos recursos digitais. Para o futuro, ele pretende continuar a crescer na Arte Pin Up, para brindar os admiradores e amantes da mesma com imagens de uma possante força, calor e realidade, típicas de um Mestre a dominar todos os instrumentos de sua criatividade. Maiores informações sobre este processo criativo podem ser adquiridas na página oficial dele. Aqui vagaremos como ardentes cadáveres pelo Erotismo que ele ergue em rasgantes auges...

Erotismo ascendente...

Erotismo aquecedor...

Erotismo cavalar...

Erotismo ímpar...

Erotismo infinito...

Erótico chamar...

Erótico cavar...

Erótico coroar...

Erótico ar...

Erótico fogo...

Fogo a amar!

Fogo a desejar!

Fogo a gozar!

Fogo a abordar!

Fogo a gerar!

Fogo a expandir!

Fogo a explodir!

Ah, explosão de forças desconhecidas!

Ah, explosão de forças conhecidas!

Ah, explosão de multiplicantes forças!

Ah, explosão de todas as Forças Da Força!

A Força Natural Da Carnalidade!

A Força Natural Da Sexualidade!

A Força Natural Da Feminil Pele!

Pele!

Fogo!

Força!

Prazer!

Poder!

Intensidade!

Imensidade!

Interioridade!

Exterioridade!

Eternidade!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanência!

Permanecer na pele...

Permanecer no fogo...

Permanecer na força...

Permanecer no prazer...

Permanecer no poder...

Permanecer na intensidade...

Permanecer na imensidade...

Permanecer na interioridade...

Permanecer na exterioridade...

Permanecer na Eternidade...

Permanecer na admiração da Arte, A Arte, de Bruce Colero!






Antarctica




At First Light

Share:

Lúcifer, O Pai Da Magia



Lucifer - 1890 - Franz von Stuck


Não Sou O Pecado.

Não Sou O Amor.

Não Sou O Ódio.

Não Sou A Pureza.

Não Sou A Impureza.

O Que Sou É Um Ser
Que Nada Na Tinta
Do Pena Do Pena
E Da Pena Do Escritor
E Da Pena Do Poeta
Pode Definir
Para Todo Louvor
Dos Que Me Temem
Sem Me Conhecerem.

Tenho Lágrimas E Risos
Para Os Que Olham
A Luz Dos Meus Olhos
E Dos Meus Lábios
Quando Desperto Junto Ao Sol
E Quando Canto Em
Todas As Noites De Lua Cheia.

Sou A Magia,
Sou A Luz Astral,
Sou O Passo Que
O Homem Iluminado Dá
Quando Exorciza A Sua Pequenez
E É Apossado Pelo Conhecer.

Peregrino Neste Vale Material
Como Tu Peregrinas,
Já Nos Encontramos
Na Tristeza
E Na Alegria,
Já Nos Abraçamos
Nas Noites Frias.

Eu Sou Lúcifer.

Quem Você É?



Inomináveis Saudações a todos!

Estrela Das Eternas Manhãs Da Criação!

Estrela Das Esferas Luzidias Da Criação!

Estrela Das Luzes Das Trevas Da Criação!

Estrela Desperta Que Anuncia!

Estrela Despertante Que Avança!

Estrela Decidida A Brilhar Nas Trevas Da Criação Em Demasia!

Estrela Dos Amanhãs Que Podem Ser Descobertos!

Estrela Dos Amanhãs Que São Os Amanhãs Corretos!

Estrela Dos Lumes Verdadeiros Das Sendas Ocultas!

Estrela Dos Lumes Incandescentes Das Sendas Raras!

Estrela Dos Lumes Infinitos Das Infinitas Fontes De Poder Automanifestadas E Moldadas!

Estrela Poderosa Da Estrada Poderosa!

Estrela Possante Da Estrada Possante!

Estrela Possuidora Das Chaves De Todas As Posses!

Estrela Possessora Da Possessão De Todos Os Tronos!

Lucifer Imperatur!

Lucifer Maximum!

Lucifer Factum!

Lucifer Mundi!

Lucifer Anima!

Lucifer!

Avemus Lucifer!

Avemus Lucifer!

Avemus Lucifer!

Grande é a rocha da ignorância e bem estreita é a fuga dela. Quando certos Seres deixam de ser ignorantes e se abrem para as infinitas perspectivas concedidas pelo Kosmos para a sua Verdadeira Libertação, Novas Potências, Novas Presenças, Novas Semelhanças E Sempre Eternos Semelhantes aproximam-se como Amor. Não falo da imbecilidade do amor humano, um amor fadado ao fracasso pois desprovido é de Essência e é de Essência, apenas A Essência, que tudo se move e tudo É. A Essência Do Verdadeiro Amor, O Amor Espiritual, dedicada aos Altos Encontros, é A Essência Do Real Caminhar, Do Real Obter, Do Real Ser, Do Real Ter, Do Real Ver. Quem possibilita a todo Ser que Desperta encontrar O Verdadeiro Amor? Quem beija a face daqueles que se dispõem a ultrapassem as mediocridades dos desejos e dos anseios puramente humanos? Quem abre as Portas da Magia Interna, esta que Adormecida fica na maioria humana, maioria que absurdamente a cada dia que passa entra em decadência nesta Era Da Desgraça Contemporânea, onde o material está acima do espiritual? Lúcifer. Lúcifer. Lúcifer. Lúcifer É O Revelador Oculto. Lúcifer É O Despertador Oculto. Lúcifer É O Mestre Oculto. Lúcifer É O Pai Oculto, O Único Verdadeiro Pai Dos Que Querem Encontrar As Luzes Nas Trevas E As Trevas Nas Luzes. Lúcifer É O Irmão Oculto, O Único Verdadeiro Irmão Dos Que Querem Ser Seres Das Trevas Nas Luzes E Seres Das Luzes Nas Trevas. Lúcifer É O Filho, O Único Verdadeiro Filho Que Os Trevosos Iluminados E Os Luminosos Trevosos Podem Conceber Nas Veias Do Coração Da Criação Em Verdade Luzidia Como Pai, Como Irmão, Como Filho E Como A Face Masculina Iluminadora Da Grande Mãe Da Criação.

Lúcifer não é O Diabo e nem é Satan. Lúcifer É Um Ser Original. Talvez as religiões cristãs e protestantes tenham a tudo confundido; mas, alguns demonográfos, em todas as Eras, distinguiam os três Seres citados como Únicos, independentes, sem vínculos que o fizessem fundidos em Um. A crença deste Inominável Ser aqui, que em sua Auto-Iniciação aproxima-se de Lúcifer, é a de que Este seja realmente um Ser Completo, distante do Ser que denomina-se como Diabo e distante do Ser que denomina-se como Satan. Lúcifer é, então, O Mago Original, Que Descerra Os Véus, Cede O Chapéu E Ampara No Limite Do Calçar Sapatos Embebidos Em Fel. Muitas são as lendas acerca Dele e neste tópico as mesmas serão citadas. Muitas são as mentiras acerca Dele e neste tópico igualmente serão citadas. Não há Bem Nele, não há Mal Nele. O Que Há Em Lúcifer? O Todo Iniciático Mágico. O Que Não Há Em Lúcifer? O Tolo Humano Ser Comum Que Apenas Se Contenta Em Ver Apenas Pequenos Espaços De Luzes. O Que Há Nos Despertos Pela Magia? Lúcifer Nas Mãos. Lúcifer Nos Pés. Lúcifer Nos Olhos. Lúcifer Nos Lábios. Lúcifer Na Face. Lúcifer No Espírito. Lúcifer Na Mente. Lúcifer N'Alma. Lúcifer No Ser.

AVE LUCIFER!!!

AVE LUCIFER!!!

AVE LUCIFER!!!

AVE LUCIFER!!!

AVE LUCIFER!!!

AVE LUCIFER!!!

AVE LUCIFER!!!

É de Lúcifer, O Verdadeiro Lúcifer, que aqui falaremos!

Saudações Inomináveis a todos!





Lucifer - Ken Meyer Jr
Share:

A GOTHIC GIRL PREFERIDA DO INOMINÁVEL SER: KOSHKA - PARTE I



Little In Red Dress - Photo: Olga



Untitled - Photo: Lord Alex




Untitled - Photo: Lord Alex




Untitled 2 - Photo: Lord Alex




Untitled 3 - Photo: Lord Alex




Untitled 4 - Photo: Vladimir Deshko




Gothik - Photo: ARTëm
Share:

SÍMBOLO OFICIAL DO PROJETO C.O.V.A.

SÍMBOLO OFICIAL DO PROJETO C.O.V.A.
Criado por Edgar Franco

Oanna Selten (Designer Oficial Do Projeto C.O.V.A./Parceira)

Oanna Selten (Designer Oficial Do Projeto C.O.V.A./Parceira)
Oanna Selten
Tecnologia do Blogger.

Sobre Esta Cova







Inomináveis Saudações a todos!



Este é o blog do Projeto Companhia De Organizadores De Viagens Abissais (C.O.V.A.), o qual é totalmente voltado para a Arte Sombria, em suas manifestações através da Poesia, Literatura, Pintura, Desenho, Ilustração, Arte Digital, Música, Escultura, Arquitetura, Cinema e novas expressões artísticas e intelectivas que a todo o momento brotam das mentes dos que abordam tal temática. Com o intuito de reunir o máximo possível de artistas e interessados na mesma, então, aqui fundo este blog para divulgar o trabalho realizado nas páginas de mesmo nome existente no Forumeiros, além da elaboração de postagens com assuntos que não está no mesmo disponível.



Bem-vindos, Coveiros e visitantes!



Bem-vindos, cadáveres leitores!



Saudações Inomináveis a todos!



Inominável Ser

O COVEIRO

ADMINISTRADOR



Os Escribas Coveiros

Minha foto
Inominável Ser
Apenas sou um Ser em constante construção. Quer saber mais? Leia meus blogs e saberá mais sobre mim.
Visualizar meu perfil completo

Enterram-Se Nesta Cova:

Blog Archive

Labels

Parcerias

Marcadores

Lápides Eternamente Inderrubáveis

Unordered List

Inomináveis Saudações! Escolham um de nossos banners e tornem-se Parceiros do Projeto C.O.V.A., enviando-nos o banner e o link de vosso trabalho para este endereço de e-mail: projetocova@gmail.com Design por Laracna D'Angels

Theme Support